Habilidades socioemocionais entram no currículo das escolas

Somente o conteúdo didático das escolas já não é mais suficiente para o ensino dos dias atuais. Mais do que habilidades técnicas, as pessoas precisam entender e desenvolver suas habilidades socioemocionais.

Essas serão importantes não só na área acadêmica e profissional, mas em toda a trajetória de cada indivíduo.

As habilidades socioemocionais nascem com as pessoas, mas devem ser trabalhadas e incentivadas ao longo da formação, pois, em sua maioria, o indivíduo não está preparado para resolver seus próprios conflitos.

Para dar conta dessas demandas pessoais, é preciso ter o domínio das próprias emoções, reconhecê-las e saber dominá-las. Esse trabalho deve ser iniciado desde cedo, na escola e no convívio familiar.

O trabalho com as emoções está previsto na Base Nacional Curricular Comum (BNCC), já em vigor nas instituições de ensino de todo o país.

A Base é um documento extremamente relevante para a qualidade da educação brasileira e traz como nova diretriz para as escolas a garantia do trabalho com as crianças para o gerenciamento das emoções, através de temáticas que estimulem as habilidades socioemocionais.

Isso implica compreender a complexidade e a não linearidade do desenvolvimento, rompendo com visões reducionistas que privilegiam a dimensão cognitiva ou a dimensão afetiva.

Antes dessas habilidades ingressarem nos currículos escolares, o colégio GGE já trabalhava o comportamento socioemocional dos seus alunos, através de projetos e com uma equipe profissional de psicólogos que formam o Serviço de Orientação Educacional e Psicológica (SEOP).

Temas como, diminuição de casos de indisciplina, orientação sobre o bullying e  melhora do desempenho cognitivo, que fazem parte do potencial a serem explorados em sala de aula, já fazem parte do trabalho efetivo do GGE com seus alunos, em todas as faixas da vida escolar.

Assim como o documento da BNCC, o colégio GGE busca auxiliar seus alunos no desenvolvimento do pensamento autônomo, ajuda na sociabilização e a entender regras de convívio social.

Além disso, preparam seus estudantes para estar no mundo, compreender as diferenças e visam uma tomada de decisões ética, pois objetivos são diretamente ligados ao compromisso da BNCC com a educação integral.

O GGE tem como um dos seus objetivos principais proporcionar uma educação contextualizada, ligada ao interesse dos alunos e relacionada aos desafios que crianças e jovens vão enfrentar ao longo de suas vidas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.